Tradição histórica de Peabiru está mais acessível a moradores e turistas

O município de Peabiru é bem pequeno, com apenas 14.624 habitantes, mas possui um grande patrimônio cultural: o milenar Caminho de Peabiru. Trata-se de uma trilha histórica que ligava a capitania de São Vicente (interior de São Paulo) à cidade de Cuzco, no Peru, passando por dentro do município.

Partindo do diagnóstico de que a população local desconhecia a sua própria história, foi criado o projeto Caminhos de Peabiru: História, Cultura e Turismo, que possui como estratégias o fomento ao turismo e a difusão cultural. O objetivo é despertar o sentimento de identidade e de pertencimento nos munícipes, tornar a cidade conhecida, além de promover a geração de emprego, movimentando setores da economia, como artesãos e comerciantes da indústria e do comércio.

As diversas ações do projeto foram planejadas e implementadas a partir de 2015. Foram 40 caminhadas eco-históricas com munícipes e pessoas de várias outras cidades e estados e até dos EUA; excursões e visitas de escolas locais; realização de 36 palestras sobre o assunto, tanto no ensino fundamental e básico como em universidades da região.

Até 2017, 136 crianças e cerca de 3 mil pessoas passaram a conhecer a tradição histórica de Peabiru. Houve ainda a inserção do tema no Carnaval de Rua local em 2016 e 2017, a montagem de um espetáculo com oficinas envolvendo 60 alunos da rede pública e a inclusão de questões temáticas em um Concurso Público municipal.

Grande parte da meta, portanto, já foi alcançada: a consolidação do Caminho de Peabiru como vetor de crescimento econômico, cultural e turístico. O desafio é a atração de novos investimentos para destacar a cidade como polo turístico e de pesquisa em âmbito nacional e internacional, por meio de feiras e congressos e também erigindo monumentos e a réplica do caminho.

Fonte: PGP-PR

Relacionados