Bibliotecas móveis vão até alunos para formar leitores autônomos em Apucarana

Para promover o acesso irrestrito de crianças e pré-adolescentes aos livros, o município de Apucarana organizou e distribuiu mais de 300 bibliotecas itinerantes para 60 instituições de ensino municipal. Dentro das salas de aula desde 2016, a proximidade dos alunos ao acervo literário já rendeu bons frutos. Professores relatam aumento na pontuação nos Índices da Prova Brasil, na Avaliação Nacional da Alfabetização e também nas avaliações realizadas pelas próprias instituições.

Com o projeto Biblioteca Itinerante: O Prazer da Leitura Mais Perto de Você, mais de 4.700 crianças do berçário à pré-escola II na educação infantil e 6.100 alunos do 1° ao 5° ano do ensino fundamental I, além dos familiares, estão acessando a literatura com mais autonomia.

A ideia surgiu em 2014, como uma forma de superar as limitações dos espaços físicos das bibliotecas, alcançando um público maior. Móveis padronizados com prateleiras, gavetas e rodinhas foram disponibilizados às escolas e cada biblioteca móvel recebeu 100 livros de literatura infanto-juvenil, que são de responsabilidade dos alunos e dos professores.

O projeto determina que os livros passem por um rodízio periódico entre as turmas, para permitir o contato de todos os alunos com toda a diversidade literária disponível. Familiares e a comunidade escolar podem ter acesso ao acervo por meio da sacola “Leitura em Movimento”, que permite a retirada dos livros das estantes.

Contação de histórias

A Biblioteca Itinerante também conta com atividades de dramatização das obras disponibilizadas, promovendo atividades lúdicas e didáticas no ensino regular. Para as contações de histórias, diversos fantoches foram criados.

O intuito é incentivar o desenvolvimento das capacidades orais e criativas nas crianças e pré-adolescentes, além do contato com as histórias e da ampliação do repertório literário e do vocabulário dos alunos. O projeto busca ainda abrir portas para linguagens artísticas mediante contato com a música, o artesanato e o teatro.

Fonte: PGP-PR 

Relacionados